DEPARTAMENTO DE GESTÃO HOSPITALAR SAS/MS
Hospitais Federais no Rio de Janeiro

HFA celebra seus 62 anos

Texto e fotos: Géssica Trindade

Vera Lúcia Rodrigues se trata com mastologista e ortopedista no HFA

“É excelente o atendimento de todo este hospital. Classifico como nota 10″, ressaltava nesta quinta-feira (29/06) a aposentada Vera Lúcia Rodrigues, 70anos, ao passar em frente ao Hospital Federal do Andaraí (HFA), onde se trata com mastologista e com ortopedista. E onde o marido, Ephraim do Rosário Rodrigues, 76, começa na próxima quinta-feira (05/07) as sessões de quimioterapia. Ele já retirou este ano dois tumores de cada um dos pulmões no mesmo hospital. “O Andaraí também salvou a vida da minha mãe, Iara. Só tenho a agradecer”, conta Vera.

É com uma diversidade de especialidades em pleno funcionamento que o HFA comemora os 62 da fundação de seu primeiro prédio. Pacientes, servidores e colaboradores participaram nesta manhã de uma cerimônia ecumênica na Unidade de Pacientes Internados do hospital, que somente no ano passado realizou 59,1 mil atendimentos de emergência, 5 mil cirurgias de média e alta complexidade, 67,8 mil consultas ambulatoriais e 8,3 mil internações. Neste ano, o HFA vem aumentando a produção cirúrgica. Foram realizadas no 1º quadrimestre do ano 9% a mais de cirurgias do que no mesmo período do ano passado. Entre elas, a do seu Ephraim.

Cerimônia teve homenagens a antigos servidores e voluntários

“Quando o paciente chega aqui, é pra isto: ser atendido em todas as suas necessidades, com todas as nossas possibilidades”, reforçou a diretora do HFA, Maria Lúcia Feitosa, na cerimônia ecumênica orientada pelo padre Rhawy Chagas Ramos e pela capelã Sandra Marques. No evento, foram homenageados alguns dos mais antigos servidores do hospital, como o médico Taumaturgo Gayo, integrante do serviço voluntário na Associação de Veteranos do Hospital Federal do Andaraí, a enfermeira Maria das Graças Silva de Meneses e a voluntária Silvina de Jesus da Cunha. “Queremos cuidar cada vez mais de quem vem para cá cuidar dos pacientes”, acrescentou a diretora.

O HFA foi fundado como Hospital dos Marítimos. Atendia militares e civis que exerciam serviços relacionados à navegação, tanto a bordo de embarcações como em departamentos terrestres. Hoje é unidade de referência em média e alta complexidade para a população especialmente da Grande Tijuca, na zona Norte do Rio de Janeiro.

COMENTAR

"Não serão publicados comentários anônimos e que contenham linguagem chula ou ofensas pessoais"




«« Voltar