DEPARTAMENTO DE GESTÃO HOSPITALAR SAS/MS
Hospitais Federais no Rio de Janeiro

Perguntas Frequentes

1. Quais são os hospitais federais no Rio de Janeiro?
Há seis unidades no Rio de Janeiro: Hospital Federal do Andaraí (HFA), Hospital Federal de Bonsucesso (HFB), Hospital Federal Cardoso Fontes (HFCF), Hospital Federal de Ipanema (HFI), Hospital Federal da Lagoa (HFL) e Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE).

2. Quais hospitais federais possuem Emergência?
O Hospital Federal do Andaraí (HFA), o Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) e o Hospital Federal Cardoso Fontes (HFCF) são as unidades que possuem Emergência.

3. Quais dos hospitais federais possuem Maternidade?
As seguintes unidades possuem o Setor de Maternidade: Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) e Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE).

4. Como ser atendido nos hospitais federais do Rio de Janeiro?
Se o atendimento for de emergência, é preciso se dirigir a uma das três unidades que possuem emergência 24 horas: Hospital Federal do Andaraí (HFA), Hospital Federal de Bonsucesso (HFB) e Hospital Federal Cardoso Fontes (HFCF).

Quem avalia a necessidade de consulta, ou realização de exames e procedimentos, em uma unidade de alta e média complexidade (como os hospitais federais), é o médico da unidade básica. Desta forma, é necessário se dirigir a um posto de saúde ou a uma Clínica da Família localizados nas proximidades de sua residência.

5. O que é o SISREG?
SISREG significa Sistema Nacional de Regulação. É um sistema on-line, criado para o gerenciamento de todo Complexo Regulatório, desde o atendimento básico até a internação hospitalar. O objetivo é a humanização dos serviços, maior controle do fluxo e otimização na utilização dos recursos.  Atualmente, o sistema possui três módulos:

Ambulatorial: controla o funcionamento da Central de Regulação de Consultas e Procedimentos SUS;
Hospitalar: controla o funcionamento da Central de Regulação de Procedimentos Hospitalares SUS;

APAC: Autorização de Procedimento de Alta Complexidade.

Para agendar consultas e procedimentos, nos hospitais federais no Rio de Janeiro, é necessário efetuar o cadastro no SISREG. Para tal, o usuário tem que se dirigir a alguma unidade de atenção básica ou Clínica da Família.

6. O que é consulta de primeira vez ou retorno?
Consulta de primeira vez é a primeira consulta agendada para uma determinada especialidade médica. Nesta primeira consulta, o médico irá conhecer o paciente, examiná-lo e, se necessário, solicitar exames.

As consultas de retorno são, portanto, aquelas realizadas após a consulta de primeira vez, caso seja solicitada pelo médico ou pelo paciente.

7. Como faço para dar continuidade ao meu tratamento nos hospitais federais?
Após solicitar agendamento da consulta de primeira vez, através dos Postos de Saúde (Unidades Básicas de Saúde) ou Clínicas da Família, as demais consultas para continuidade do tratamento são agendadas dentro dos próprios hospitais federais.

8. Quando um atendimento é considerado de emergência?
Emergência é a constatação médica de condições de agravo à saúde que impliquem sofrimento intenso ou risco iminente de morte, exigindo, portanto, tratamento médico imediato.

Fonte:
Portaria Nº 354/2014 do Ministério da Saúde,

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2014/prt0354_10_03_2014.html

9. Como faço para realizar exames nos hospitais federais?
Os pacientes matriculados nos hospitais federais terão seus exames agendados e realizados pelo próprio hospital, por solicitação do médico assistente.

10. Preciso fazer um exame, mas o hospital onde estou matriculado não realiza. Como faço?
Neste caso, o paciente deverá retornar ao Posto de Saúde (unidades de Atenção Básica de Saúde) ou Clínicas da Família, conforme encaminhamento preenchido pelos profissionais de saúde do hospital federal.

11. Moro em outro município, posso ser atendido nos hospitais federais?
Sim. Os hospitais federais atendem toda a população do estado do Rio de Janeiro. As Unidades Básicas de Saúde (Posto de Saúde) dos municípios podem solicitar à Central de Regulação competente a marcação do atendimento.

12. O que é fila cirúrgica?
Quando os usuários são atendidos nos hospitais federais, e há necessidade de realizar alguma cirurgia, esses usuários são cadastrados na fila cirúrgica da especialidade em que estão sendo atendidos. A fila é organizada pela ordem em que os pacientes são atendidos, e só há alteração da ordem de cirurgias mediante justificativa e laudo clínico do médico responsável sobre a necessidade de priorização de algum caso. Os hospitais federais entram em contato com os usuários para informar sobre a data da cirurgia e a necessidade de eventuais exames.

13. Como consigo ver minha posição na fila para cirurgia?
Todo usuário pode consultar sua posição na fila cirúrgica no site http://esusfila.datasus.gov.br/. Basta informar o hospital federal e o número do prontuário.

14. Como faço para ser doador de medula óssea?
Para cadastrar-se como doador de medula óssea, dirija-se ao:

Hemorio (http://www.hemorio.rj.gov.br/) ou ao INCA (http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home ).

15. Como faço para ser doador de sangue nos hospitais federais?
Para doar sangue basta comparecer ao Hospital Federal de Bonsucesso (segunda a sexta, de 07h30 às 12h) e ao Hospital Federal Cardoso Fontes (segunda a sexta, de 6h às 10h). É preciso portar documento original de identidade, pesar acima de 50 quilos, não estar em jejum, apresentar bom estado de saúde e ter entre 16 e 69 anos.

Outras unidades, além dos hospitais federais, realizam coleta de sangue no Rio de Janeiro, como o Hemorio (http://www.hemorio.rj.gov.br/) e INCA (http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/inca/portal/home).

16. O que é guia de referência e contrarreferência?
Guia de Referência é o documento que encaminha o paciente da unidade de saúde aonde foi atendido para outra unidade que disponha da especialidade ou dos exames de que o mesmo necessita.

Guia de Contrarreferência é o documento que acompanha o paciente em seu retorno à unidade de saúde de origem.